quarta-feira, 15 de julho de 2020

FELIZ ANIVERSÁRIO E C CRUZEIRO 107 ANOS

Neste dia 14 de julho, o EC Cruzeiro de Cachoeirinha, completou 107 anos de sua fundação, sem festa, sem comemoração devido ao Coronavírus. PARABÉNS CRUZEIRO.
No início deste ano a Cruzeiro, agora sob a presidência do Dirceu de Castro, fez um grande planejamento, os principais eram, dar andamento nas obras de sua Arena, melhorias nas condições de treinos e preparação de suas equipes, mas o foco principal era a volta para Divisão Principal do futebol Gaúcho.
Entre estas providências no futebol foi manter o técnico Fernando Augustin que deveria montar um grupo experiente com alguns atletas campeões da categoria Sub 17 em 2019.
Iniciado o campeonato do Acesso, a Campanha do Cruzeiro não foi a esperada, e aí o departamento de futebol, optou pela demissão do técnico Fernando Agostini.
Segundo o presidente Dirceu de Castro, foi uma situação difícil, pois a diretoria considera bom o trabalho do Fernando, mas diante da atual situação, a troca do treinador, deverá dar uma sacudida no grupo de atleta.
Atualmente o Cruzeiro espera por uma definição da FGF, de quando volta a Divisão de Acesso, para o clube voltar as atividades esportivas.







domingo, 28 de junho de 2020

RELEMBRANDO 2010 – EC CRUZEIRO CAMPEÃO

 Hoje vamos relembrar os 10 anos da grande conquista do EC Cruzeiro de Cachoeirinha, que em junho de 2010, conquistou o título da Segundona Gaúcha.
O Bola em Jogo conta a trajetória deste título e na semana seguinte organizou um suplemento especial na Revista Bola em Jogo, edição 132 de junho de 2010.
Conquista do Título
Com a mesma base montada para o Campeonato Gaúcho de juniores de 2007, o Cruzeiro começou a Segundona Gaúcha 2010 longe dos favoritos, mas com o grupo experiente e com melhor estrutura, a meta era chegar às finais e disputar o acesso.
Após uma maratona de 40 jogos em 148 dias, o Cruzeiro, merecida e orgulhosamente, ergueu o troféu de Campeão Gaúcho da Série B na noite de 26 de junho, após a vitória por 3 a 0 sobre o Lajeadense, em pleno estádio Florestal, em Lajeado.
Comando competente
O técnico Ben Hur Pereira retornou ao clube em junho de 2009 e assumiu o time durante a Série B. Após a eliminação na segunda fase da competição, o elenco começou a ser trabalhado na Copa FGF e foi qualificado para a temporada/2010, com a chegada de jogadores experientes como Leandro Nunes, Rogério Patrola, Márcio Tigrão, Alex Goiano e a volta do centroavante Adriano. Revelado pelo clube em 1998/99, o atacante estava a 10 anos jogando na Europa.
Com a força do elenco, o comando do técnico Ben Hur e a união de todos os dirigentes, conselheiros e funcionários o Cruzeiro foi superando fases, derrubando favoritos e chegou embalado ao quadrangular final.
Imbatível no Estrelão
No Estrelão, com o apoio da torcida, o time foi quase imbatível. Em 20 jogos foram 16 vitórias, três empates e apenas uma derrota para o Riograndense na terceira fase da disputa.
Nos quadrangulares a força do grupo, o preparo físico e a raça do time fizeram a diferença. Na terceira fase a classificação foi obtida no dia 30 de maio com um empate heróico no épico 0 a 0 com o Guarany em Bagé.
No quadrangular final, a torcida estrelada fez a diferença e o time venceu os três jogos em casa, garantindo o acesso no abençoado e inesquecível 16 de junho, com muita chuva, na vitória incontestável por 3 a 2 sobre o Serc Brasil.
Depois, vieram os dois jogos finais com o Lajeadense e o título, após o 1 a 1 no Estrelão e a vitória na casa do adversário.
Após 40 anos, desde o título da Copa Governador de 1970, a torcida estrelada pode soltar o grito de CAMPEÃO preso na alma alvi-azul.
Festa com carreata e desfile no caminhão dos bombeiros
A ensolarada manhã do domingo do dia 27 de junho foi de festa. Os jogadores e a comissão técnica foram recebidos pelos torcedores do Cruzeiro no estádio Estrelão, após a vitória por 3 a 0 sobre o Lajeadense, obtida na noite anterior, no estádio adversário, confirmando o título estadual da Série B.  
A festa continuou com o desfile dos campeões no caminhão do corpo de bombeiros, seguido pela alegre carreata dos Cruzeiristas pelas principais avenidas das zonas leste e norte da Capital Gaúcha, chamando a atenção de quem passava, mostrando a força do Cruzeiro e o amor incondicional da sua fiel torcida.
Mais informações no Site WWW.bolaemjogo.com.br
                                              Suplemento na Revista Bola em jogo

















quarta-feira, 22 de abril de 2020

RELEMBRANDO 2012 – início das obras da Arena Cruzeiro

Na série Relembrando, o Bola em Jogo hoje relembra a história de como o E C Cruzeiro veio parar em Cachoeirinha, a reunião na Prefeitura, o lançamento da Pedra Fundamental e o início das obras da Arena do Cruzeiro.
Assim o Bola em Jogo descreveu, em reportagem no site, redes Sociais e nos Blog’s: http://www.esportecachoeirinha.blogspot.com.br/ e http://arenadocruzeiro.blogspot.com/
Foi lançada na tarde desta terça-feira, dia 03 de janeiro de 2012, a Pedra Fundamental para a construção da Arena do Esporte Clube Cruzeiro, em Cachoeirinha.
A Arena será construída em uma área cedida pela prefeitura ao clube, localizada na rua Ari Rosa dos Santos, no bairro Granja Esperança e terá capacidade para 15.200 torcedores.
O prefeito Vicente Pires agradeceu ao Estrelado "por ter olhado para o lado de cá da ponte, escolhendo o nosso município para sede de um time com história e tradição no Estado".
O presidente do Cruzeiro, Dirceu de Castro lembrou a trajetória do clube e frisou que a resposta aos anseios do Estrelado vieram antes do tempo.
 "Nosso plano era estarmos na primeira divisão em 2013, e isto aconteceu em 2010 por competência do clube. Hoje lançamos a pedra e a previsão de término total desta obra é janeiro de 2013".
Participantes no Evento
Também participaram da solenidade de lançamento da Pedro Fundamental,  os vice-presidentes do Cruzeiro, Antônio Rahde, João Lock e Joaquim Aita; o secretário municipal de Desporto e Lazer de Cachoeirinha, Irani Teixeira; o presidente do Grêmio, Paulo Odone; representando o presidente do Sport Clube Internacional, o vice-presidente de relações sociais, Gelson Tadeu Oliveira Pires; e os deputados, Miki Breier - estadual; e José Luís Stédile - federal.













                                       Reunião na Prefeitura um ano antes
Depois de muita negociação e destravar a parte burocrática, foi realizada uma reunião no Gabinete do Prefeito da época, Vicente Pires, contando coma presença muitas autoridades políticas e Esportivas, inclusive com a do Presidente da Federação Francisco Novelletto, foi assinado o termo de cedência da área ao Estrelado, tornando assim oficial que o Cruzeiro agora é de Cachoeirinha.




                                                            Irani Teixeira
Nesta lembrança queremos fazer uma homenagem póstuma ao Irani Teixeira, que se empenhou muito para trazer o Cruzeiro para Cachoeirinha.

                                                         Obras iniciadas
Logo após a solenidade, as máquinas 'entraram em campo'. As obras já começaram a todo vapor na nova Arena do Cruzeiro.





                                                     Arena em outro local
No início das tratativas para vindo do Cruzeiro para Cachoeirinha, a área oferecida foi atrás do CTG Rincão da Saudade, na Av. Frederico Ritter.
Um ano após, já com o Cruzeiro depositando algum material na área, surgiu a possibilidade de haver uma permuta pela atual, uma área maior e com mais condições de receber uma grande circulação de carros e pedestres.